SESI/SENAI – Diretores das escolas apresentam ações durante a pandemia

Reunião que acontece mensalmente, ocorreu por videoconferência

O CIESP Jundiaí promoveu na quarta-feira, dia 28, por videoconferência as reuniões do Conselho SESI SENAI que reúne os diretores das escolas da região, empresários e conselheiros que contribuem com análises, informações e demandas para as escolas.

“Hoje é dia Mundial da Educação e queremos cumprimentar todos os profissionais das nossas escolas que estão conseguindo se reinventar em meio à pandemia e a tudo que estamos vivendo. A verba é da indústria, mas o trabalho é de todos os profissionais da educação. Sem o empenho e a dedicação de todos, essa verba não se reverteria em educação efetiva e de qualidade”, cumprimentou Vandermir Francesconi Júnior, presidente do Conselho SESI SENAI e 1º diretor-secretário da FIESP e do CIESP.

A diretora do SESI Jundiaí, Alexandra Miamoto, falou sobre a retomada do Centro de Qualidade de Vida, com reabertura para a comunidade da academia, complexo aquático, salas de ginástica e quadras. Um vídeo com o robô do FAB-LAB apresentou toda a estrutura do SESI SP disponível para a comunidade.

O robô do Fab-Lab do SESI apresentou, em vídeo a estrutura do Centro de Qualidade de Vida oferecido às comunidades

O SESI divulgou ainda as ações que já foram implementadas no enfrentamento do Coronavírus para a atender nas áreas da educação com atendimento remoto a alunos e seus familiares; indústria, com a preocupação com a saúde dos colaboradores oferecendo telemedicina e tele monitoramento; e comunidade com as campanhas de refeições, cobertores e agora, neste ano, doação de alimentos não perecíveis.

“O ensino não-presencial, a partir de uma plataforma própria, registrou 83 mil acessos diários, além de 2.602 notebooks e 1.075 modens disponibilizados aos alunos para poder acompanhar as aulas”, explicou Guilherme Sábio, diretor do SESI Indaiatuba e Itu. “Para a indústria, temos a plataforma de telemedicina foi um projeto iniciado durante a pandemia com atendimento e entrega de relatórios de monitoramento para que as empresas possam acompanhar a evolução e progressos dos atendimentos”, explicou. “E o Centro de Acolhimento promove atendimento Pós-Covid: humanizado, incluindo reabilitação física e tratamento psicológico e nutricional”, completou.

A pandemia também motivou três campanhas para colaborar com a comunidade dos municípios onde estão instaladas as escolas SESI. “A primeira ação social foi a distribuição de refeições: com 9,83 milhões de refeições servidas para 1200 entidades parceiras em 108 cidades, com a participação de mais de mil funcionários envolvidos”, ressaltou. “No inverno, a doação de mais de 100 mil cobertores e 100 mil peças de roupas (agasalhos) foram distribuídos em 108 cidades e, este ano, com a reabertura das escolas, promovemos a arrecadação de alimentos não perecíveis e já arrecadamos, desde 23 de março deste ano, 254,7 toneladas de alimentos, destes 57 foram doadas pelo SESI SP para atender as mesmas entidades beneficiadas em 2020 com as refeições prontas”, enumerou Sábio.

O diretor do SENAI Jundiaí e Itatiba, Fabio Carrion, e a diretora do SESI Jundiaí, Alexandra Miamoto, apresentaram também os resultados do First Inovation Challenge. “A parceria estreita com o SESI e o talento dos alunos que frequentam o ensino articulado é que trazem estes resultados”, comentou Fabio, anunciando que as 3 únicas equipes brasileiras são do SESI SP e SENAI SP das escolas de Jundiaí, Bauru e Campinas.

“Nossos alunos são privilegiados e eles aproveitam ao máximo toda a estrutura que têm para estudar e se desafiar: não somos iniciantes nas competições e por isso, a exigência com as equipes é ainda maior. Nos torneios, os alunos são desafiados a buscar soluções para problemas do mundo real, todas as apresentações são em inglês e nossos alunos, de 15 a 17 anos, se superam a cada competição, o envolvimento deles muda no dia a dia daqueles que participam destas competições”, comentou, Alexandra.

Cíntia Souza – Assessoria de Comunicação CIESP Jundiaí

Comente