Incubadora MONDÓ oferece mentoria para desenvolvimento de micro e pequenas empresas

Cláudio Barberini Júnior participou da inauguração da incubadora

O vice-diretor do CIESP SBC,  Cláudio Barberini Júnior, participou da inauguração da incubadora de empresas Mondó que funcionará no campus Planalto da Universidade Metodista.

A incubadora contará com o apoio do Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul (ITESCS), a iniciativa busca apoiar a formação e consolidação de projetos e empreendimentos que apresentem produtos ou serviços inovadores.

A novidade oferecerá espaço e mentoria para o desenvolvimento de micro e pequenas empresas através do auxílio tecnológico, gerencial e mercadológico para que as startups incubadas criem um modelo de negócio, se estruturem e tenham acesso a estrutura técnica, conhecimento e orientação. Com isso, o objetivo é fazer com que os empreendimentos se consolidem para receber maiores investimentos e aportes de capital.

A Mondó Incubadora recebe projetos e empreendimentos de empresas de todos os portes e ramos de atuação. A iniciativa está aberta para ideias inovadoras, de cunho tecnológico ou setores tradicionais, e atuará no desenvolvimento de startups por meio de três fases:

- Concepção (Fase 1): tem a proposta de desenvolver um curso capaz de conferir ao participante a capacidade de criar um modelo de negócios, bem como estruturar a equipe fundadora. Duração: 6 meses

- Incubação (Fase 2): o objetivo é desenvolver um programa de residência que permita ao participante ter acesso a suporte técnico, conhecimento e orientação com foco em tecnologia. No momento da seleção, a empresa deverá apresentar um projeto de pesquisa capaz de comprovar a hipótese a ser estudada, bem como a tecnologia será desenvolvida. Duração: 6 meses a 1 ano

- Aceleração (Fase 3): a finalidade é capacitar o participante para a evolução da ideia de um negócio inovador até o seu nível de tracionamento, que é quando investidores passam a considerar um empreendimento atrativo o suficiente para fazer aporte de capital. Duração: 6 meses
Infraestrutura e benefícios

As empresas incubadas terão acesso a uma infraestrutura de ponta e a serviços exclusivos. Juntamente com a Mondó, a Metodista também lançará futuramente um Fablab, laboratório com equipamentos para prototipação dos projetos. A Universidade também disponibilizará salas executivas, espaço de coworking, salas de reunião, copa e praça de alimentação. Os laboratórios de hardware e eletrônica, de física, geoprocessamento, microbiologia, automação robótica, biodiversidade, entre outros espaços, também estarão à disposição.

Além disso, os incubados contarão com mentoria de professores da Metodista e profissionais bem-sucedidos em diversas áreas de atuação, que oferecerão workshops temáticos para capacitação para desenvolvimento de modelo de negócios, comunicação, gestão financeira e de pessoas, tecnologia da informação, área jurídica, marketing e comercialização dos produtos. Assim, os participantes devem comprovar a evolução do projeto em períodos pré-definidos, com um prazo de seis meses de incubação que poderá ser renovado.
Seleção de projetos

A escolha de iniciativas inovadoras será feita por meio de edital que selecionará projetos de base tecnológica e de setores tradicionais. A Mondó disponibilizará, de forma simultânea, dez vagas para empresas em fase de Concepção e oito vagas para empreendimentos que estejam no estágio de Incubação.

O prazo para inscrições será entre os dias 5 de outubro de 2017 a 19 de dezembro de 2017. Os interessados devem apresentar suas propostas de acordo com os termos do edital e protocolá-las por meio de formulário.

Clique aqui para acessar o edital.

Comente