O Ecossistema Brasil 5.0

Na plenária do dia 24 de novembro o tema foi a importância do investimento em inovação e a importância de que se promova um ambiente favorável em toda a região do ABC.
Fábio Bordin, Diretor Administrativo do Parque Tecnológico de Santo André, foi um dos palestrantes e falou sobre o desafio de unir toda a região em prol de um único projeto: “Desafio do ABC é não ser “euquipes”, mas equipes. As instituições são fortes, mas têm pouca cultura de trabalhar juntas. Com as instituições que já existem na região poderíamos ter avançado ainda mais.”

Criado para promover o desenvolvimento econômico e social de Santo André e região, o Parque Tecnológico foi inaugurado em dezembro de 2019. Seu propósito é promover a inovação e competitividade das empresas por intermédio da integração dos atores que integram o ecossistema de inovação local.

O Parque Tecnológico de Santo André é uma rede com governança estabelecida envolvendo o governo da cidade, entidades representativas da sociedade e universidades, faculdades, escolas técnicas e centros de pesquisa. Juntos, atuam em rede para o desenvolvimento tecnológico, promoção da inovação e da competitividade na região. A partir do Parque Tecnológico e sua rede, as empresas e a sociedade em geral conseguem acessar uma ampla infraestrutura e serviços estabelecidos e em constante evolução para o desenvolvimento de iniciativas que promovam a inovação e a competitividade.

Também falou sobre o tema Ary Silveira Bueno, conselheiro do Ecossistema Brasil 5.0.
Cláudio Barberini Junior, Diretor Titular do CIESP SBC, acompanhou o processo de idealização do Parque Tecnológico e falou sobre a importância de um Parque como esse contemplando toda a região:  “O Poder Público precisa ter a sensibilidades que os investimentos em tecnologia e inovação trazem benefício para todos. ´/e preciso um trabalho conjunto.”
Eduardo Mazurky, um dos próximos vice-diretores do CIESP SBC, ressaltou a importância de que haja um empenho para envolver as pequenas e médias empresas no processo de inovação.

Comente