Estudo indica possíveis caminhos para asfaltamento do Parque São José

Comissão se reuniu nesta terça-feira no Ciesp São Carlos

reuniao-ciesp-sao-carlos

A comissão que estuda alternativas para o asfaltamento do Parque São José, em São Carlos (SP), se reuniu nesta terça-feira (3) no Ciesp, para avaliar os possíveis caminhos para resolver o problema que há mais de 30 anos dificulta a atuação dos industriais. Na ocasião foram analisados os levantamentos feitos até o momento e apontadas algumas possibilidades para realização da obra.

A continuidade das discussões só foi possível após a viabilização do “piscinão”, que teve papel fundamental do Ciesp São Carlos, por meio da realização de diversas reuniões entre os diretores e alguns secretários municipais, entre eles, José Galisia Tundisi, secretário de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia, e Reginaldo Peronti, secretário municipal de Obras Públicas.

vice-diretor-ciesp-sao-carlos-marcos-santos“A Prefeitura e os industriais estão unidos na busca de soluções para esse problema que já dura tantos anos. A viabilização do piscinão [lagoa de retenção] é uma prova do quanto essa união de forças é importante, porque essa é uma construção que vai beneficiar toda a cidade”, destacou Marcos Henrique dos Santos.

Historicamente, o Ciesp tem atuação preponderante no asfaltamento de dois distritos industriais de São Carlos. A entidade participou do processo que viabilizou a pavimentação do Miguel Abdelnur e do CEAT (Centro Empresarial de Alta Tecnologia Dr. Emílio Fehr).

No primeiro caso, os empresários se cotizaram para arcar com o valor da obra e depois tiveram desconto no IPTU. Já no segundo caso, como tinha muitos lotes sub judice, a Prefeitura arcou com as despesas referentes a esses lotes, dividindo o valor total com os industriais do local.

Ação conjunta

A reunião no Ciesp contou com a presença dos seus diretores Emerson Chu e Marcos Henrique dos Santos, de industriais representantes do Parque São José e dos secretários municipais João Muller (Habitação e Desenvolvimento Urbano) e Reginaldo Peronti (Obras), além de técnicos dessas secretarias e também da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ciência Tecnologia e Inovação.

A pavimentação do Parque São José não é uma obrigação da Prefeitura, já que no passado houve um loteamento e a venda foi realizada nas condições em que o bairro está hoje (sem asfalto) direto para os empresários. Contudo, o projeto de pavimentação do bairro a ser seguido tem que ser aquele realizado pela Prefeitura, já que há outras implicações para a cidade como o escoamento de água.

Durante a reunião, o projeto foi analisado pelos industriais para que pudessem estudar as alternativas. “Com o avanço das discussões, nossa intenção é convidar todos os industriais do Parque São José para partilharmos as informações e decidirmos o melhor caminho a seguir”, explicou Chu.

reunião-ciesp-prefeitura-industriais

Próximos passos

Ao final das discussões, ficou definido que a Prefeitura deverá entregar para a comissão uma planilha com a relação dos itens necessários para pavimentação e drenagem do bairro. Simultaneamente, poder público e industriais farão suas cotações para comparação dos valores. A expectativa é que a reparação no bairro seja realizada já no ano que vem.

Comente