Ciesp São Carlos revitaliza busto do 1º diretor, Germano Fehr Júnior

Revitalização ocorreu para celebrar os 70 anos do Ciesp São Carlos, instalado na cidade no dia 19 de junho de 1949

descerramento-busto-germano-fehr-junior

Descerramento do busto revitalizado de Germano Fehr Júnior

O Ciesp São Carlos revitalizou o busto do primeiro diretor titular da regional, Germano Fehr Júnior. O busto foi inaugurado em 2001, mas ficava em área externa à sede e exposto ao tempo. A revitalização ocorreu para celebrar os 70 anos da sede, instalada na cidade em 19 de junho de 1949. Fehr Júnior foi diretor até 1956.

O descerramento do busto revitalizado ocorreu na última reunião mensal do Ciesp e contou com a presença do filho do ex-diretor, Germano Fehr Neto, além de Germano Fehr e Fernando Fehr Pereira Lopes, neto e sobrinho do 1º diretor do Ciesp São Carlos.

“Meu pai era sisudo, bravo e exigente. Mas nos transmitiu toda uma filosofia de vida e deixou grande lições. Ser aberto para escutar, pensar no futuro e fazer acontecer. Não jogue curto, ele dizia, chegue longe. Hoje teu dia está ruim, mas amanhã vai melhorar. Sempre vai melhorar. Isso foi a melhor coisa que eu escutei”, contou Fehr Neto.

germano_fehr_juniorSegundo ele, apesar da braveza do pai, as mensagens que ficaram são muito positivas. Germano Fehr Júnior era um homem forte.

“Se você está cabreiro com alguma coisa hoje, não deve ficar chateado. Aguarde que amanhã vai ser um dia iluminado por uma coisa muito melhor, o sol vai nascer e vai ficar brilhante, isso é o básico, pensar no futuro”, arrematou.

O ex-diretor do Ciesp São Carlos, Coriolano Morato Ferraz Meirelles, fez o discurso da noite, relembrando o encanto que o industrial tinha pela cidade.

“Tive o privilégio de conhecer e conviver com Germano Fher, ele era um apaixonado por São Carlos e considerado um embaixador da cidade”, falou.

E completou destacando a atuação de Fehr Neto por São Carlos. “Ele gerou muitos benefícios para São Carlos, vou citar apenas três: trouxe o telefone automático para o município, trouxe a estrada que liga nossa cidade a Ribeirão Preto, já que na época só era possível chegar a Ribeirão via Descalvado, e conseguiu a instalação do Banco do Brasil em São Carlos na década de 1950”, ressaltou Meirelles.

Germano Fehr Neto, Coriolano Meirelles e Emerson Chu

“Germano Fher Júnior é digno das maiores homenagens. Um grande industrial que, ao lado de outros grandes empresários, foi responsável pelo crescimento desta cidade. São Carlos teve grandes nomes na pecuária, na lavoura, no comércio e em serviços, mas, sem dúvida, foi a indústria que trouxe a projeção que conseguimos. Então, a indústria de São Carlos deve muito a esses grandes vultos, dentre os quais desponta o nome de Germano Fher Júnior”, observou Coriolano Meirelles, diretor do Ciesp São Carlos de 1980 a 1983.

No descerramento do busto revitalizado, além da família de Germano Fher Júnior, estavam presentes os atuais diretores do Ciesp – Emerson Chu, Marcos Henrique dos Santos e Paulo Cesar Giglio – e os ex-diretores Sergio Pepino e Ubiraci moreno Pires Corrêa. O ato também foi acompanhado por vários associados.

família-de-germano-fehr-junior

Germano Fehr Neto, Germano Fehr e Fernando Fehr P Lopes

Comente