Inicio do conteudo

Vendas Reais de dezembro são 10,3% maiores que o nível pré-pandemia, aponta Levantamento de Conjuntura da Fiesp 

Sensor atingiu 50,5 pontos em janeiro, sinalizando crescimento da atividade industrial no mês 

Isabel Cleary, Agência Indusnet Fiesp

As Vendas Reais da indústria ficaram estáveis na passagem de novembro para dezembro de 2020, conforme aponta o Levantamento de Conjuntura da Fiesp/Ciesp. Entretanto, estão 10,3% acima do nível pré-pandemia (fevereiro). As Horas Trabalhadas na Produção cresceram 1,2% frente a novembro e o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) apresentou alta 0,7 p.p, atingindo 78,2%. Este é o oitavo aumento consecutivo dos itens.

Ainda segundo o levantamento, as Horas Trabalhadas estão acima 4,4% do patamar pré-pandemia, ao passo que o NUCI superou em 2,5 p.p. e encontra-se apenas 1,1 p.p abaixo da média histórica (79,4%). Os resultados apresentados indicam que a indústria de transformação paulista exibiu forte e rápida reação após o pior momento para a atividade econômica nos meses de março e abril.

Apesar da expressiva reação a partir de maio, a indústria paulista encerrou o ano com resultados negativos. As Horas Trabalhadas na Produção caíram 5,4% em 2020 e o NUCI apresentou redução de 1,6%. Já as Vendas Reais registraram virtual estabilidade, caindo somente 0,1% no ano passado.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1614573472

Sensor    

De acordo com a pesquisa Sensor, a indústria de transformação paulista manteve a tendência de crescimento em janeiro, primeiro mês de 2021, porém com leve perda de ritmo. O indicador Sensor fechou em 50,5 pontos no mês de janeiro, na série com ajuste sazonal, resultado inferior ao de dezembro (51,4 pontos) e a leitura de novembro (53,4 pontos). Números acima dos 50,0 pontos indicam expansão da atividade industrial paulista para o mês.

O indicador Mercado passou de 52,1 em dezembro para 47,5 pontos em janeiro, sinalizando condições de mercado menos favoráveis no período.

Já Vendas apresentaram progresso no mês, tendo seu índice alterado de 50,1 pontos em dezembro para 52,2 pontos em janeiro. Resultados acima de 50,0 pontos indicam expectativa de aumento das vendas no mês em relação ao anterior.

Nessa leitura, os níveis de Estoque continuam abaixo do nível planejado. O índice avançou de 52,1 pontos para 53,3 pontos no mês. Leituras superiores a 50,0 pontos indicam estoque abaixo do desejável, ao passo que inferiores a 50,0 pontos indicam sobrestoque.

E o nível de Emprego permaneceu praticamente estável, passando de 50,6 pontos 50,0 pontos em janeiro. Resultados próximos dos 50,0 pontos indicam estabilidade do emprego da indústria paulista.

Por fim, o componente Investimentos mais uma vez apresentou arrefecimento em relação ao mês anterior, atingindo 44,7 pontos em janeiro contra 48,7 pontos registrados na leitura de dezembro. Com o indicador abaixo dos 50 pontos, os investimentos demonstram redução no mês.

Em resumo, o mês de janeiro de 2021 traz dados positivos para a atividade e devemos aguardar novos dados para confirmar tendência de continuidade de expansão da atividade na indústria.

Para saber mais, clique aqui.