Inicio do conteudo

Skaf: Recuo de 0,3% do PIB no 1º trimestre é mais um estrago do governo anterior

“Crescimento do gasto público não reativou a economia e ainda deixou a herança maldita do déficit de R$ 170 bilhões”, afirma presidente da Fiesp e do Ciesp

Agência Indusnet Fiesp

Os resultados negativos da economia brasileira no primeiro trimestre evidenciam que os estragos do governo anterior não pararam de aumentar. O investimento caiu 2,7%, em sua décima queda consecutiva.  O consumo das famílias, em baixa há 5 semestres seguidos, recuou 1,7%. Ou seja, até março passado, empresas e famílias continuavam contendo seus gastos e investimentos devido à falta de confiança.

Em meio a todos os recuos, o consumo do governo aumentou: 1,1%, a maior alta dos últimos 10 trimestres. “Esses dados comprovam que o crescimento do gasto público não reativou a economia e ainda deixou a herança maldita do déficit de R$ 170 bilhões”, afirma Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp.

Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – Fiesp

Centro das Indústrias do Estado de São Paulo – Ciesp