Inicio do conteudo

Nota de repúdio: presidente do Ciesp e da Fiesp lamenta ato de racismo contra Fabiana, atleta do Sesi-SP, durante jogo de vôlei diante do Camponesa/Minas

Nota de Repúdio

São inadmissíveis atos de racismo como o que ocorreu com a nossa atleta Fabiana Claudino, durante o jogo entre o Sesi-SP e a Camponesa/Minas na noite da última terça-feira (27/01), em Belo Horizonte.

É com indignação que, em nome da indústria, lamentamos esse vergonhoso fato. Numa sociedade democrática e igualitária, é preciso ser intolerante com esses episódios e repudiar qualquer tipo de preconceito.

Como cidadão e presidente do Sesi-SP, sinto-me ofendido e estarrecido com esse tipo de comportamento em pleno século 21.

Lamento o fato e reitero o orgulho de termos em nossa equipe uma atleta como Fabiana, que representa com talento e maestria as cores da nossa instituição e as cores do Brasil.

O episódio precisa ser investigado pelas autoridades competentes e sua punição levada às últimas consequências. O racismo é um crime que deve ser punido e combatido por todos os cidadãos brasileiros.

Paulo Skaf
Presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP)