Inicio do conteudo

No STF, Paulo Skaf defende a necessidade de segurança jurídica no país

Para o presidente da FIESP e do CIESP, os investimentos dependem da segurança jurídica, disse em defesa do setor produtivo

Agência Indusnet Fiesp

No Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Fiesp/Ciesp, Paulo Skaf, enfatizou a necessidade de segurança jurídica no país. A frase foi dita em sessão solene no Supremo Tribunal Federal (STF) durante leitura de manifesto em defesa da Corte, nesta quarta-feira, 3/4, em Brasília.

Skaf afirmou “não ter dúvidas que as coisas irão se acertar no Brasil”, com confiança nas reformas necessárias.  Mas, ponderou, que isso “tudo pode ser perdido” se não houver segurança jurídica, pois não há investimento sem essa segurança essencial, disse Skaf, em sua defesa pelo respeito ao Supremo.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1555635506