Inicio do conteudo

Microindústria contrata e compensa corte de vagas das pequenas e médias

Dados do Caged para fevereiro mostram saldo líquido de 3.566 postos de trabalho entre empresas de até 9 funcionários

Agência Indusnet Fiesp

As microindústrias (até 9 funcionários) de São Paulo contrataram mais do que demitiram em fevereiro deste ano, gerando saldo positivo de 3.566 vagas. Com isso, compensaram o corte nas pequenas (10 a 49 empregados) e médias indústrias (50 a 249), que fecharam 3.545 postos de trabalho no mesmo período. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A pequena indústria registrou em fevereiro saldo negativo de 1.404 postos de trabalho (22.526 admissões contra 23.930 demissões), variação de 0,2% em relação ao estoque celetista do mês anterior. A média indústria encerrou fevereiro com saldo negativo de 2.141 postos de trabalho (22.164 admissões contra 24.305 demissões), variação de 0,3%. Já a microindústria registrou 16.190 admissões e 12.624 demissões, variação de 1,1% em relação ao estoque de vínculos ativos do mês anterior.

A comparação do primeiro bimestre de 2017 com o mesmo período de 2016 mostra resultado nitidamente melhor. Foram encerradas 6.415 vagas no primeiro bimestre de 2016 pela pequena e média indústria. Já no primeiro bimestre de 2017 esse segmento criou 2.693 vagas, corroborando para uma expectativa de leve retomada no mercado de trabalho a longo prazo.