Inicio do conteudo

Há um clima de pacificação e harmonia entre os três poderes, diz Skaf

Presidente da Fiesp e do Ciesp participou, junto com membros do Conselho Diálogo pelo Brasil, de encontro com chefes do Executivo, Legislativo e Judiciário

O presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, esteve nesta sexta-feira (3/7) em Brasília, acompanhado de representantes do Conselho Superior Diálogo pelo Brasil, para encontros com os chefes dos três poderes. Eles almoçaram com o presidente Jair Bolsonaro e à tarde estiveram com o presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, e com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. Para Skaf, foram encontros muito positivos. “Sentimos um clima de pacificação e harmonia entre eles que nos dá confiança de que entraremos numa agenda de retomada e de reconstrução do Brasil pós-Covid”, diz ele. “É de união de muito trabalho que o Brasil precisa agora.”

No almoço, do qual participaram também os ministros da Economia, Paulo Guedes, da Casa Civil, Braga Netto, da Secretaria Geral, Jorge Antonio de Oliveira, e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, Skaf afirmou que classe produtiva está empenhada na retomada econômica. “Em março e abril foi aquela bomba que estourou”, lembrou ele. “Sabemos que existem setores que ainda estão com muitas dificuldades, mas em maio já vimos alguns sinais positivos e em junho alguns segmentos tiveram recuperação real.”

Neste sentido, Skaf defendeu no almoço que na agenda de curto prazo o mais importante é melhorar o acesso ao crédito. O dinheiro ainda não está chegando na ponta e algumas linhas, como a do Fundo Garantidor de Investimentos (FGI), largaram com os juros muito elevados. Os empresários também mencionaram a importância da sanção da MP 936, que flexibiliza as regras trabalhistas neste momento de pandemia, e a receptividade foi muito boa. Na agenda de médio e longo prazos, eles reafirmaram a importância de retomar a agenda de reformas estruturais.

O Conselho Diálogo pelo Brasil reúne CEOs, chairmans e acionistas dos 50 maiores grupos empresariais do Brasil. Estiveram na agenda em Brasília Luiz Carlos Trabuco (Bradesco), Rubens Ometto (Cosan), Rubens Menin (MRV), Cândido Pinheiro (HapVida), Lorival Nogueira (BRF), Fernando Queiroz (Minerva Foods), Carlos Alberto de Oliveira (CAOA), Eugênio Mattar (Localiza), Francisco Gomes (Embraer).