Inicio do conteudo

Grupo London Stock Exchange apresenta programa de crédito para pequenas e médias empresas

Iniciativa da bolsa de valores italiana, programa Elite dá apoio para que empresas possam ampliar seus negócios e ter acesso a financiamento

Tássia Almeida, Agência Indusnet Fiesp

Criado pela Borsa Italiana, principal bolsa de valores da Itália, o grupo London Stock Exchange lançou nesta quarta-feira (11/4), na Fiesp, o programa Elite. Um programa internacional de apoio empresarial para que as empresas possam ampliar seus negócios, aumentar a competitividade e ter acesso a expertise e financiamento.

Durante a abertura do evento, o 2º vice-presidente da Fiesp e do Ciesp, José Ricardo Roriz, citou a importância do programa para as pequenas e médias empresas. “As pequenas e médias empresas têm dificuldade de acesso ao crédito. Além disso, o crédito no Brasil é muito caro. Temos as maiores taxas de juros do mundo. Essa situação melhorou um pouco nos últimos dois anos, nossa taxa de juros caiu, mas ainda continuamos com um spread seis vezes maior do que a média de países que tem 70% do PIB mundial e que competem com o Brasil”, pontuou Roriz.

Ele acrescentou que o acesso ao crédito com condições competitivas aquece o mercado interno brasileiro e provoca resultados positivos na performance das pequenas e médias, fomentando também as exportações.

Thomaz Zanotto, diretor titular do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Fiesp (Derex), disse que o programa pode diversificar a capitalização de empresas brasileiras de pequeno e médio porte. E que devemos fazer o máximo para incrementar o trabalho entre os dois países.

Antonio Bernardini, embaixador da Itália no Brasil, citou o ‘sapo’ instalado na entrada da Fiesp e parabenizou a iniciativa da campanha “Chega de Engolir Sapo” contra os juros elevados. Bernardini também destacou que a troca de experiência entre Itália e Brasil é fundamental. “Foi muito forte no passado e muito intensa agora. Esperamos continuar estreitando as relações econômicas entre os dois países, estamos esperançosos que o programa de retomada da economia do governo seja um programa de sucesso. Com certeza, as empresas italianas estão olhando o que está acontecendo aqui e esperamos aumentar o número de empresas italianas presentes no mercado brasileiro, sobretudo em São Paulo”, disse.

Graziano Messana, sócio da GM Venture, pontuou que dentro do programa tem mais de mil empresas que gostariam de investir fora da Itália e isso pode ajudar, inclusive, as empresas que querem exportar. Disse que as competências dos investidores para abraçar o mercado brasileiro, somada às empresas brasileiras já instaladas e aos juros italianos diferenciados fazem com que todos ganhem.

Andrew Velasco, gerente de Capital Services da Elite, companhia do grupo London Stock Exchange, apresentou a Elite no mundo e Eduardo Campos, do Instituto Desenvolvimento Mercado Capitais, também participou do evento e comentou as vantagens do programa para a pequena e média empresa

Para conhecer o programa Elite, acesse: https://www.lseg.com/elite

Imagem relacionada a matéria - Id: 1561462783

Em encontro na Fiesp, a Borsa Italiana, principal bolsa de valores da Itália, e o grupo London Stock Exchange lançou nesta quarta-feira (11/4), na Fiesp, o programa Elite. Foto: Karim Kahn/Fiesp