Inicio do conteudo

Fiesp/Ciesp realiza 3ª Concorrência de Certificados de Reciclagem do Sistema de Logística Reversa

Nesta rodada, foram negociadas 12.514 toneladas de embalagens recicláveis certificadas

Mariana Moraes, Agência Indusnet Fiesp

A terceira edição da Concorrência de Certificados de Reciclagem do Sistema de Logística Reversa de Embalagens da Fiesp/Ciesp aconteceu em dia 25 de março. Nas três rodadas, foram comercializadas 35.398 toneladas de embalagens recicláveis certificadas. O valor total da comercialização de certificados com as três concorrências ultrapassou o montante de R$ 2,5 milhões.

Nessa nova rodada, foram ofertados certificados para os seguintes materiais: metais (aço/alumínio), papel/papelão, vidro e plástico. De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), 22% é o percentual mínimo referente ao que uma empresa precisa comprovar em relação a realização da Logística Reversa de Embalagens.

Os certificados são uma ferramenta de comprovação de que os resíduos pós-consumo, lixo ou resíduos urbanos não irão chegar ao aterro, o que é um ganho enorme para as cidades e para o meio ambiente. É a certeza de que aquela embalagem foi realmente reciclada, o que gera ganhos expressivos para o ecossistema e para as pessoas. E uma possibilidade real de as cooperativas e os operadores logísticos que fizeram esse trabalho ganharem uma renda adicional com a venda.

Maria Tereza Montenegro é presidente da cooperativa de reciclagem Cooper Viva Bem, instituição que integra o Sistema de Logística Reversa de Embalagens, uma das responsáveis por coletar e triar o lixo e, depois disso, vender para os recicladores. Nesta terceira edição da concorrência, eles trouxeram 8.800 toneladas, envolvendo papel, plástico, metal e vidro. “Antes a conta não fechava. Com a criação de um Sistema de Logística Reversa, o setor ficou mais justo; os processos começaram a ser remunerados adequadamente. Dessa forma, está sendo possível tornar a produção mais eficiente porque melhoramos o maquinário, reformamos a parte elétrica”, completou.

O diretor titular do Departamento de Desenvolvimento Sustentável (DDS) da Fiesp/Ciesp, Nelson Pereira dos Reis, reforçou que a Concorrência de Certificados de Reciclagem do Sistema de Logística Reversa de Embalagens já integra o calendário de encontros relevantes da categoria.  De acordo com ele, as empresas já reconhecem a importância de obter o licenciamento da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), que é o órgão regulador. “Com a concorrência de certificados de reciclagem as indústrias encontram uma forma mais segura de adquirir a comprovação de que estão atingindo a meta de Logística Reversa”, concluiu.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1566170636

Entre os participantes da 3ª edição da Concorrência de Certificados de Reciclagem do Sistema de Logística Reversa de Embalagens da Fiesp, representantes de cooperativas, operadores do sistema e empresas aderentes. Foto: Karim Kahn/Fiesp