Inicio do conteudo

Empresários da missão da Fiesp e do Ciesp à China comemoram resultados

Empresas brasileiras tiveram pelo menos sete reuniões de negócios em rodada organizada pelo Bank of China

Mayara Baggio, Agência Indusnet Fiesp, de Shanghai

 O dia começou cedo nesta terça-feira (6 de novembro) para os participantes da missão empresarial prospectiva da Fiesp e do Ciesp à China. Durante o segundo dia da feira China Internacional Import Expo (CIIE), os empresários se reuniram com pelo menos sete compradores chineses, em reuniões de cerca de 30 minutos cada, em uma rodada de negócios promovida pelo Bank of China.

Na ocasião, o 2° vice-presidente da Fiesp e do Ciesp e chefe da missão da federação à China, José Ricardo Roriz, abriu uma cerimônia com autoridades de diversos países parceiros e que contou com presença do presidente do Bank of China, Chen Siqing. Também estavam presentes o vice primeiro-ministro e ministro da Economia de Luxemburgo, Étienne Schneider, a vice-ministra do Desenvolvimento Econômico da Itália, Michele Gerado, e o vice-ministro de Desenvolvimento de Pequenas Empresas da África do Sul, Cassel Mathale.

O 2º vice-presidente da Fiesp e do Ciesp, José Ricardo Roriz, em sua apresentação. Foto: Mayara Baggio/Fiesp

O 2º vice-presidente da Fiesp e do Ciesp, José Ricardo Roriz, em sua apresentação. Foto: Mayara Baggio/Fiesp

Para o diretor comercial da empresa Erva Mate 81, Ederli Shier, a rodada de negócios rendeu importantes contatos com companhias chinesas de chá, com propostas de compra e venda de produtos e marcação de visitas às fábricas locais. “Achei fantástico, era exatamente o tipo de oportunidade e relacionamento que estávamos esperando”, disse o empresário de Guarapuava, no Paraná.

Já o paulista Carlos Rebello, da fabricante de alimentos Saúdelicia, ficou impressionado pelo volume das demandas questionadas pelos chineses. “Falamos em números muito altos para exportação e potenciais parcerias no Brasil e na China”, afirmou o diretor.

Da carioca Água Teresópolis, o sócio-diretor Claudio Mendes contou que teve contato com donos supermercados locais bem preparados tecnicamente e bastante interessados pela água brasileira. “A Fiesp tem ajudado com um excelente trabalho de organização, além de nos apresentar um importante mix de conhecimento sobre a China que facilita o processo de negociação com os compradores chineses”, disse.

Foro Brasil-China 

No mesmo dia, em uma intensa troca de informações sobre o dia a dia do mercado consumidor da China, a delegação da Fiesp e do Ciesp participou de um almoço de relacionamento com um grupo de empresários brasileiros baseados em Shanghai que se reuniram desde 2006 formando o Foro Brasil-China. Em um restaurante brasileiro, o presidente do grupo, Henry Osvald, detalhou casos de sucesso, além de compartilhar dados de crescimento das cidades chinesas e seus avanços nos últimos anos. O Foro representa atualmente 60 empresas que produzem ou têm negócios no mercado chinês.

Rodada de negócios na feira chinesa CIEE com a participação da missão da Fiesp e do Ciesp. Foto? Mayara Baggio/Fiesp

Rodada de negócios na feira chinesa CIIE com a participação da missão da Fiesp e do Ciesp. Foto: Mayara Baggio/Fiesp