Inicio do conteudo

Em Taubaté, Skaf defende ajuste fiscal e estímulo a obras de infraestrutura e à exportação

Presidente da Fiesp e do Ciesp destaca papel da campanha “Não Vou Pagar o Pato” na luta contra o aumento de impostos

Agência Indusnet Fiesp

Durante entrevista coletiva depois de inaugurar em Taubaté nesta quinta-feira (2/6) as novas instalações esportivas do Centro de Atividades do Sesi-SP “Luiz Dumont Villares”, Paulo Skaf, presidente da Fiesp, do Ciesp e do Sesi-SP, voltou a defender o ajuste fiscal por meio do corte de despesas, sem aumento de impostos.

“Esperamos do governo Temer que ajuste as contas do governo pela redução de gastos e desperdícios – que há muito, no governo.” Skaf lembrou que o governo herdou um déficit de R$ 170 bilhões da gestão anterior, mas disse que se “apertar o cinto, acerta as contas, sem aumento de impostos”.

O presidente das entidades da indústria lembrou que a campanha “Não Vou Pagar o Pato”, com forte apoio da sociedade, tem conseguido impedir o aumento de impostos.

Paralelamente ao ajuste, o governo, defendeu Skaf, precisa estimular as obras de infraestrutura, com regras claras para concessões e parcerias público-privadas (PPPs). Também tem que incentivar as exportações, para a retomada do crescimento econômico. “Precisamos rapidamente voltar a gerar empregos, renda, fortalecer as empresas – e daí, sim, aumentar a arrecadação, pelo crescimento.”

Empreendedores e investidores, no Brasil e no exterior, voltarão a investir no país, quando houver a retomada da confiança, perdida pelo governo anterior, disse Skaf. “Quando há investimento e consumo, há crescimento da economia, o que gera empregos e riqueza no país. É o que queremos.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1596675251

Paulo Skaf durante a inauguração de novo parque esportivo do Sesi-SP em Taubaté. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Educação integral

Na inauguração do novo parque esportivo, Skaf destacou o papel dos funcionários do Sesi-SP e do Senai-SP na formação de crianças e jovens. “Trabalham com amor, com dedicação, têm uma missão. Saem felizes por ter passado seu conhecimento, por ter cuidado de milhares de crianças, que ganham oportunidades na vida”, disse o presidente das entidades da indústria. “Aproveitem muito o Sesi. Ele oferece muito.”

Os professores, destacou Skaf, ficam realizados ao ver as crianças – e adultos – aprendendo. “Em país de primeiro mundo, a grande autoridade é o professor”, disse, pedindo aplausos para os educadores brasileiros.

Walter Vicioni, superintendente do Sesi-SP, também participou da cerimônia, que além da inauguração das instalações esportivas incluiu a assinatura de diversos convênios na área de educação. “O Sesi-SP ensina as crianças a pensar, a fazer. E não é só na sala de aula. É em todos os lugares”, disse, destacando a importância do esporte, da boa alimentação e da qualidade de vida na formação das crianças.