Conheça os dados atualizados da balança comercial de SP de janeiro a abril

Agência Indusnet Fiesp

Entre janeiro e abril, as exportações do estado de São Paulo totalizaram US$ 22,4 bilhões, alta de 35,6% em relação ao mesmo período de 2021. Já as importações registraram crescimento de 13,2% para US$ 23,8 bilhões na mesma base de comparação. O resultado está alinhado com o desempenho da balança comercial do Brasil no quadrimestre, que acompanhou a elevação generalizada dos preços internacionais das commoditties agrícolas e minerais.

São Paulo respondeu por 22,1% do valor das exportações do país até abril, seguido pelos embarques do Rio de Janeiro (13,7%) e Minas Gerais (10,8%). Os paulistas também foram os principais importadores brasileiros (29,3%) no período, acompanhados por Santa Catarina (10,9%) e Rio de Janeiro (10,4%).

As exportações paulistas da indústria de transformação se concentraram em máquinas e aparelhos mecânicos (12,6%), veículos (11,2%) e açúcar (9,8%), principalmente para Estados Unidos (14,6%), Argentina (11,4%) e China (9,2%). As importações do estado se concentraram em autopeças (5,2%), aparelhos de telecomunicação (3,8%) e inseticidas e fungicidas (3,5%), com origens principais na China (24,3%), Estados Unidos (16,7%) e Alemanha (7,7%) no período.

Entre os destaques da exportação, a região de Santa Bárbara d’Oeste registrou um aumento significativo no valor embarcado de compressores e bombas de ar (US$ 64,5 milhões) para a China até abril. Os exportadores de Botucatu venderam US$ 252 milhões de celulose no quadrimestre, um reflexo não apenas de preços internacionais mais favoráveis, mas também de investimentos produtivos na região. As vendas do setor automotivo do município de Itirapina e de extratos de café de Araras impulsionaram o crescimento de 92,1% nas exportações da região de Rio Claro até abril.

Por sua vez, o desempenho regional das importações refletiu o choque de oferta decorrente do conflito entre Rússia e Ucrânia e o aumento generalizado dos preços. A região de Sertãozinho passou a importar US$ 9,4 milhões de fertilizantes nitrogenados dos Estados Unidos, comparado a US$ 327,4 mil no mesmo período de 2021. Um movimento similar foi registrado pela região de Cubatão, que importou US$ 42,9 milhões de fertilizantes do tipo NPK até abril de 2022, contra US$ 3,9 milhões no primeiro quadrimestre do ano passado.

Saiba mais sobre os dados da balança comercial do estado de São Paulo, organizada por microrregiões, que traz informações mensais do comércio exterior por produto e por país. Os dados foram extraídos do sistema ComexStat e analisados pelo Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da Fiesp.

Saiba mais sobre os dados da balança comercial do estado de São Paulo, organizada por microrregiões, que traz informações mensais do comércio exterior por produto e por país. Os dados foram extraídos do sistema ComexStat e analisados pelo Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da Fiesp.

Acesse aqui o documento.

Caso haja a necessidade de qualquer esclarecimento adicional, a equipe do Derex está à disposição pelo e-mail derex@fiesp.com.br ou pelo telefone (11) 3549-4531.

Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp)
Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp)