Conheça e faça o download do caderno do 14º ConstruBusiness, o Congresso Brasileiro da Construção

Agência Indusnet Fiesp

O caderno do 14º ConstruBusiness, o Congresso Brasileiro da Construção, sobre a retomada do Brasil no pós-pandemia, já está disponível aqui para download neste link. Nesta edição, o estudo abordada temas como desenvolvimento urbano, infraestrutura, segurança jurídica e investimentos.

O livro traz estudo sobre o papel da cadeia da construção no desenvolvimento nacional. Mais do que nunca, o potencial de geração de emprego e renda das empresas dos setores que fazem parte dessa cadeia será fundamental para tirar o país da crise. As obras em desenvolvimento urbano (habitação, saneamento e mobilidade urbana) e em infraestrutura econômica (energia, transportes e telecomunicações), além de reacender a economia, têm impactos profundos na qualidade de vida da população, na produtividade e competividade do país e na sustentabilidade ambiental e social.

Este estudo técnico traz também os valores de investimentos em construção e as estatísticas econômico-financeiras da cadeia produtiva atualizados de 2007 a 2021. Com base na evolução econômica dos últimos anos, são traçados cenários para o desenvolvimento urbano e as necessidades de expansão da infraestrutura do país no período de 2021 a 2030.

A publicação também discute os obstáculos que retiram a velocidade das obras, abordando suas origens, as consequências para a sociedade e o que é necessário fazer para se sobrepor a eles, e apresenta as linhas de trabalho e as propostas da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) para a construção, abordando temas e caminhos para o aumento da competitividade no setor.

Temas abordados no book:

- Evolução do desenvolvimento urbano (habitação, saneamento e mobilidade urbana) e da infraestrutura econômica (energia, telecomunicações, transportes, saúde e educação);
- Geração de emprego, renda e tributos na cadeia produtiva;
- Necessidades de investimentos e seus efeitos sobre o crescimento e o desenvolvimento econômico de 2021 a 2030;
- Reformas institucionais necessárias: tributária e fiscal, ambiental, jurídica etc; e
- Propostas para a inovação, o aumento da produtividade e a redução de custos na cadeia produtiva da construção.