Inicio do conteudo

Ciesp e EDP Bandeirante vão desenvolver plano de ações para atender empresas associadas

Diretores da entidade e executivos da concessionária discutem criação de canal de atendimento direto à indústria do Alto Tietê e Vale do Paraíba

O Ciesp e a EDP Bandeirante avaliam a criação de um canal de comunicação e relacionamento direto com as indústrias do Vale do Paraíba e do Alto Tietê. A proposta foi discutida na segunda-feira, dia 28, em encontro que reuniu representantes da entidade industrial da Capital, do Alto Tietê, Guarulhos e São José dos Campos, e executivos, técnicos e gestores de contas da EDP Bandeirante. A reunião aconteceu na sede da concessionária de energia elétrica, em Mogi das Cruzes.

A área de concessão da EDP Bandeirante engloba cinco diretorias regionais do Ciesp – Alto Tietê, Guarulhos, Jacareí, São José dos Campos e Taubaté – e abrange 28 municípios, nos quais estão instaladas 11.431 indústrias.

A proposta apresentada pelo diretor e pelo gerente de Infraestrutura do Ciesp, Julio Diaz e Sérgio Ojima, respectivamente, contempla a implantação de um canal direto do empresário com a EDP, assim como reuniões periódicas nos escritórios regionais para a identificação de problemas e um plano de ações para solução e, também, a realização de palestras sobre Eficiência Energética e Mercado Livre.

“Ainda há falta de informação entre os empresários. A realização de encontros e palestras será importante para ampliar o conhecimento e ajudar a esclarecer dúvidas”, ressaltou Ojima. “Mas, fundamentalmente, precisamos ter com a EDP um canal de atendimento que permita soluções rápidas para os problemas no fornecimento de energia que comprometem a atividade industrial nessas regiões”, acrescentou.

No encontro, o diretor técnico da EDP, Agostinho Barreira, e o diretor comercial Michel Itkes, destacaram os investimentos da empresa para ampliar a capacidade de fornecimento de energia e minimizar os riscos de desabastecimento. Em seguida, a comitiva do Ciesp visitou as instalações da concessionária, inclusive o Centro de Operações, de onde é feito o controle em toda a área de atuação da EDP.

“Concordamos 100% com a proposta de uma aproximação entre a concessionária e as indústrias. Já tivemos problemas no passado e essa abertura de diálogo é bem-vinda; vai ser bom para todos”, avaliou Michel Itkes. “Vamos buscar o modelo adotado pelas outras concessionárias, em parceria com o Ciesp, para criar um canal de atendimento nosso”, adiantou.

O diretor de Infraestrutura do Ciesp, Júlio Diaz, destacou a boa vontade da EDP em buscar uma aproximação com as indústrias, através das diretorias regionais da entidade industrial, para resolver problemas que afetam a competitividade das empresas e melhorar os serviços.

“O que buscamos é um bom atendimento e agilidade em soluções. Daqui para frente, serão realizadas reuniões técnicas entre as partes para discutir os problemas nas cinco regionais atendidas pela concessionária de energia e definir planos de ações que atendam não só os clientes de média e alta tensão, mas também os de baixa tensão”, afirmou Diaz.

Werner Stripecke, diretor do Ciesp Alto Tietê, lembrou que a regional já vinha buscando aproximação com a EDP e que o avanço nas tratativas, que devem resultar na criação de um canal de atendimento direto para as indústrias, possibilitará ao Ciesp captar novos associados, assim como também permitirá que a EDP possa conhecer seus clientes e, a partir disso, melhorar os serviços prestados.

A ação do Departamento de Infraestrutura do Ciesp e das diretorias regionais, junto às concessionárias de energia, começou em 2011 e abrange as áreas de concessões da AES Eletropaulo, CPFL, Elektro e, agora, da EDP.

Também participaram do encontro em Mogi das Cruzes, o diretor do Ciesp Guarulhos, Maurício Colin; o gerente do Ciesp de São José dos Campos, Fabiano de Sousa; o gerente do Ciesp Alto Tietê, Manoel Camanho, conselheiros e empresários.

Mara Flores, Agência Ciesp de Notícias
Comunicação Ciesp Mogi das Cruzes