Inicio do conteudo

Ciesp aproxima pequenas e grandes empresas em Rodada de Negócios na Capital paulista

Evento teve a participação de grandes compradores como Mercedes-Benz, Colgate Palmolive, Nitro Química, Santa Massa, Thyssenkrupp Brasil, FGA Foods Alimentos, entre outras 

Imagem relacionada a matéria - Id: 1579637574

Na Capital, mais de 150 empresas de diversos portes movimentam milhões em negócios futuros Fotos: Tâmna Waqued/Fiesp

Apesar da retração do mercado industrial, com baixa atividade produtiva, as diretorias do Ciesp Leste, Oeste, Norte, Sul e da Sede não perderam a oportunidade de proporcionar novos negócios para as micro, pequenas e médias empresas. Juntas reuniram cerca de 150 empresas de diversos portes  e segmentos em uma rodada de negócios, realizada nesta-quinta-feira, na Capital paulista. O evento aconteceu no Club Homs, na Avenida Paulista.

A Rodada reuniu diversas empresas âncoras, que costumam divulgar sua lista de compras e buscar novos fornecedores. Cada empresa participante pôde agendar mais de 20 reuniões de 10 minutos em um período de quatro horas. As áreas comerciais de compradores em destaque foram: Mercedes-Benz do Brasil, Colgate, Cia Nitro Química Brasileira, Virbac do Brasil, Produtos Alimentícios Cefer, Santa Massa (Cefer), Vivante, Essencis Soluções Ambientais, entre outros.

De acordo com José Henrique Toledo Corrêa, diretor de Produtos e Serviços do Ciesp, o país está vivendo uma retração do mercado, com inflação e juros altos, e as rodadas de negócios podem ajudar as empresas a conseguir novos clientes e fornecedores, além de alavancar negócios. “Estamos em um momento nebuloso, não sabemos o que vai ser do Brasil, visto que uma possível crise está chegando. Por isso, as rodadas são ótimas opções para continuar mantendo a atividade das empresas”, afirmou. “É possível, em um ambiente único, potencializar diversos atendimentos, em contato com grandes empresas, e com o menor custo possível”, completou o diretor.

Novas oportunidades

Para José Eduardo Camargo, 3º vice-presidente do Ciesp, superar as dificuldades faz parte do dia a dia dos empresários e é importante ter um olhar diferenciado para superar as crises e obter sucesso. “Vivemos momentos de grandes questionamentos, devido à queda dos setores comerciais e industriais, e isso, naturalmente, gera apreensão. O país vive altos e baixos, mas precisamos enxergar em cada crise uma nova oportunidade para crescer, para sermos criativos e fazermos bons negócios”, disse Camargo.

Participante assíduo das rodadas do Ciesp, Adair Mendes, da Templum Consultoria Online, acredita que o benefício das rodadas é excelente, e o local ideal para compras e vendas: “Quase sempre conseguimos fechar negócios, mas, mesmo que não dê certo, temos a oportunidade de ficarmos mais conhecidos no mercado”, comentou Mendes.

Pela primeira vez no evento, Guilherme Takiguthi, represente da Colgate, afirma que a Rodada de Negócios é muito atraente para os fornecedores, que em uma tarde têm a opção de conhecer muitas empresas, de segmentos variados. “O evento é uma boa iniciativa justamente porque economiza o nosso tempo, e é um espaço onde conseguimos encontrar vários fornecedores”, explicou Takiguthi.

Calendário
Neste ano, a Diretoria de Produtos, Serviços e Negócios do Ciesp já promoveu 10 Rodadas de Negócios, com volume total esperado de negociações em cerca de 30 milhões. Após São Paulo, estão previstas rodadas em Ribeirão Preto (22/10), Campinas (5/11), Jacareí (6/11), Franca (13/11) e Itatiba (18/11).

Amanda Viana, Agência Ciesp de Notícias