“A modernização das leis trabalhistas possibilitará a criação de novos empregos, com segurança jurídica para todos”, afirma Skaf

Presidente da Fiesp e do Ciesp destaca importância da medida para a modernização do ambiente econômico brasileiro

A modernização das leis trabalhistas, apresentada pelo governo Temer e aprovada pelo Congresso Nacional, é uma vitória da sociedade e do Brasil.

Todos os direitos consagrados dos trabalhadores permanecem sem nenhuma alteração. Por exemplo, 30 dias de férias anuais, 13º salário, FGTS, descanso semanal remunerado, entre outros. Além disso, novas formas de emprego serão geradas.

O Brasil não podia mais conviver com uma legislação completamente ultrapassada, feita há 70 anos. A modernização das leis trabalhistas é um grande passo rumo à modernidade. O país está maduro para viver uma nova forma de relação entre trabalhadores e empregadores, que será positiva para todos.

Essa importante mudança é mais um passo rumo à modernização do ambiente econômico brasileiro. Ela vem se somar à emenda constitucional do teto dos gastos públicos, à nova legislação da exploração do petróleo, regulamentação da terceirização… Trata-se de um conjunto de medidas ousadas e necessárias para reativar o crescimento econômico e incentivar o empreendedorismo e a geração de novos empregos.

Mas o Brasil precisa de mais. Temos que avançar na Reforma Tributária, da Previdência e na mais necessária de todas, que é a Reforma Política. Somente por este caminho romperemos o ciclo vicioso de crises que se retroalimentam. Nós brasileiros confiamos no Brasil.

Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp