Gruhset debate atitude e comportamentos seguros no trabalho

Claudio Maroto na bateria

O CIESP Jundiaí promoveu na quarta-feira, 24 de outubro, mais um encontro do  Gruhset (Grupo de Higiene e Segurança do Trabalho), com a palestra “Comportamentos e atitudes seguras no ambiente de trabalho”, com Claudio Maroto.

Maroto é engenheiro de Produção por formação e é pós-graduado em Docência do Ensino Superior em Tradução e Interpretação de Libras, por amor. Ele seguiu nesta área por conta do filho, diagnosticado com Síndrome de Charge, que em função das complicações de saúde tinha uma expectativa de apenas 2 anos de vida, mas que hoje tem 20 anos e uma linda história de superação e entusiasmo pela vida. 

Acompanhando a palestra de Maroto, que também é baterista, uma banda. Ele conseguiu mostrar que, a partir da atitude, um colaborador consegue superar seus medos e suas crenças limitantes que o impedem viver uma vida extraordinária. “Temos que encontrar uma maneira de impactar as pessoas”, destacou o palestrante. “Temos que motivá-las a partir de crenças alavancadoras que são capazes de impulsionar e nos motivar a seguir em frente: mostre para seus colegas de trabalho e colaboradores que eles são capazes”, completou.

Maroto: o poder da atitude

A atitude é determinante no processo de desenvolvimento e nas tomadas de decisões, seja na área profissional ou pessoal. Durante sua palestra, Maroto abordou assuntos como comportamentos, modelos mentais, as crenças e suas influências, percepção, valores e sonhos.

Para quebrar paradigmas, Maroto convidou os profissionais a refletirem sobre a dificuldade de tocar bateria e se comunicar em libras, por exemplo, a língua de sinais. “Crenças geram estados emocionais que provocam comportamentos. As crenças alavancadoras podem mudar nossa vida para melhor, enquanto que as limitantes podem nos impedir de viver uma vida extraordinária”, reforçou. 

Sandoval e Maroto: ensinar de uma forma lúdica

Ele usa as dificuldades de tocar bateria e se comunicar em Libras para mostrar que as pessoas podem e devem se posicionar diante da dificuldade e ter atitude para enfrentá-las. “A partir do conhecimento, a pessoa adquire habilidade que a impulsiona a tomar atitude, mas a responsabilidade pelo comportamento seguro é de todos”, alertou. “Nós podemos muito mais do que imaginamos”, concluiu.

A preocupação de Sandoval ao promover a palestra com Maroto era apresentar o tema segurança e comportamento seguro de uma forma lúdica. “Como transmitir a mensagem de segurança para que os profissionais conseguissem guardar o que foi aprendido: somos bombardeados todos os dias com informações que acabam se perdendo”, explicou. “Faço segurança há 30 anos e percebi que esta mensagem do Claudio é transmitida de uma forma diferente e é debatida a partir de experiências vividas e isso faz a diferença”, comentou. “Se continuarmos fazendo as coisas todos os dias da mesma forma, corremos o risco de ter resultados cada vez mais baixos. Esta palestra é para tirar vocês da inércia e viverem algo diferente”, destacou.

 

Cíntia Souza – Assessoria de Comunicação – CIESP Jundiaí

 

Comente